quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Try harder

Assusta-me um bocadinho saber que o futuro está mau para todos, mas especialmente para os jovens. Porque estou a tirar a minha licenciatura e assusta-me que aos dias de hoje já seja tão pouco. A minha vida não se resume única e simplesmente ao meu curso, à minha área de futura profissão, claro, mas é grande parte de mim. E aí é que me assusta. Puder estar a investir tanto e não ter o retorno que deveria ter. Mas se me assusta, também me inspira. Acho que mais do que nunca, nós jovens, vivemos tempos em que não nos pudemos conformar a fazer tudo o que os demais fazem ou já fizeram. Temos que primar pela diferença. Temos que procurar e exigir mais e melhor. Foi um dos motivos porque já me aventurei a sair de Portugal e se me perguntam se quero voltar? Não quero, para já. Tenho cá raízes, tenho as melhores pessoas cá, mas sei que, para já, o meu lugar não é aqui. E, por isso, quando a preguiça toca em mim tento afastá-la, porque se quero um lugar seja em que parte do globo tenho de tentar ainda mais, insistir ainda mais. Porque são tempos em que arranjar um simplezeco estágio académico (não remunerado e de curta duração) parece um monstro de sete cabeças, não há respostas, ou quando há são negativas. E aí eu penso: e então arranjar emprego? E caí uma grande desilusão em mim. Desilusão essa que me poderia muito bem por quieta, culpando a crise, o país, as batatas, as cebolas  etc. e tal. Mas não, recuso-me. Recuso-me a não tentar. Recuso-me a não procurar mais sítios, mais alternativas. Porque senão o que é que me resta e o que ando a fazer? Quero chegar a algum lado. Quero aproveitar o melhor de cada oportunidade. E, por isso, vou tentar. Com todas as minhas forças. E, assim, acredito que vou conseguir.

2 comentários:

  1. 100% de acordo. É esse o espírito, e mesmo em alturas difíceis como a que vivemos, eu acho que esse mesmo espírito ajuda muito. Faz, aliás a diferença!!
    Não desistas e parabéns por pensares assim e te sentires com tanta força para lutar :)

    ResponderEliminar